Atenção

Fechar

Banner
Biblioteca

Metais & Ligas | Magnésio | Informações Técnicas

Resumo: Magnésio e suas ligas

Definição
As ligas de magnésio possuem boas características de resistência mecânica, módulo de elasticidade e baixa densidade ( 1,7 g/cm3 ), além de uma baixa relação resistência/densidade. Estas propriedades dão ao magnésio uma vasta utilização em aplicações estruturais. O magnésio possui, também, boas condutibilidades elétrica e térmica, e absorção às vibrações elásticas.

Seu ponto de fusão é baixo, em torno de 650 °C. Tem boa usinabilidade e pode ser forjado, extrudado, laminado e fundido. Sua estrutra cristalina é hexagonal compacta. O magnésio possui boa resistência à corrosão em atmosferas pouco agressivas, mas é susceptível à corrosão em meios marinhos.

 

Classificação
As ligas de magnésio são classificadas pela ASTM (American Society of Testing and Materials) seguindo uma designação própria, dividida em três partes. A primeira parte, composta de duas letras, indica os dois principais elementos de liga. A segunda parte, com dois números, indica o percentual desses dois elementos. Se existirem duas ligas com características iguais, a terceira parte designa um número sequencial por ordem de patente. A quarta e última parte, indica o tratamento térmico ou mecânico empregado.

Já o sistema de numeração unificado (UNS) reserva as designações de M10001 até M19999 para as ligas de magnésio.

Sistema de classificação
O sistema de classificação da ASTM possui as designações definidas como indicado abaixo.

Primeira Parte (elementos de liga) :

A : Alumínio B : Bismuto C : Cobre D : Cádmio E : Terras raras
F : Ferro G : Magnésio H : Tório K : Zircônio L : Lítio
M : Manganês N : Níquel P : Chumbo Q : Prata R : Cromo
S : Silício T : Estanho W : Ítrio Y : Antimônio Z : Zinco

Segunda Parte: Indica a quantidade dos dois principais elementos de liga

Terceira Parte: Distingue ligas com o mesmo teor de elementos de liga

· A : primeira liga registrada na ASTM
· B : segunda liga registrada na ASTM
· C : terceira liga registrada na ASTM
· D : liga de alta pureza
· E : liga de alta resistência à corrosão
· X1: liga não registrada na ASTM

Quarta Parte: Indica condição do tratamento térmico ou mecânico

· F : não tratado
· O : recozido
· H10 e H11 : levemente encruado
· H23, H24 e H26 : encruado e parcialmente recozido
· T4 : tratamento térmico de solubilização
· T5 : envelhecido artificialmente
· T6 : tratamento térmico de solubilização e envelhecido artificialmente
· T8 : tratamento térmico de solubilização, trabalhado a frio e envelhecido artificialmente

Exemplo:

Liga AZ91A-T6

AZ : significa que o alumínio e o zinco são os dois principais elementos de liga
91 : indica os percentuais de alumínio (9%) e zinco (1%) presentes na liga
A : indica que esta liga foi a primeira a ser registrada na ASTM com estas quantidades de alumínio e zinco
T6 : indica que a liga sofreu tratamento térmico de solubilização e foi envelhecida artificialmente

Aplicações
As ligas de magnésio são largamente utilizadas na indústria aeronáutica em componentes de motores, na fuselagem e em trens de aterrisagem, por exemplo.  Encontra aplicação, também, na indústria automobilística (caixas de engrenagem, rodas, colunas de direção), indústria bélica (mísseis) e em alguns componentes eletro-eletrônicos.
 

  
Exemplos de aplicações das ligas de Magnésio

 

« Voltar