Atenção

Fechar

Banner
Biblioteca

Aços & Ligas | Aços e Ferros Fundidos | Aços para Barras, Arames e Fios

5 - Aplicações

Os arames e fios de aço são utilizados em inúmeras aplicações industriais, entre as quais as mais importantes são:

 

- pregos, quer simplesmente acabados por tamboramento, quer galvanizados, estanhados ou azulados por oxidação;

 

- cercas, lisas ou farpadas, no estado galvanizado;

 

- concreto armado;

 

- empacotamento – Nessa aplicação, os arames apresentam as seguintes variedades:

 

            - de embalagem, de baixo ou baixo/médio carbono, no estado recozido, com resistência à tração de 345 a 485 MPa;

 

            - fitas para embalagem e reforço de pacotes como caixas etc., no estado recozido, podendo ser galvanizados ou revestidas de cobre. São, essas fitas, confeccionadas sob exigências específicas de resistência à tração e devem apresentar suficientes ductilidade e tenacidade para resistir à ruptura por dobramento ou torção;

 

- aplicações estruturais (exceto concreto protendido). Incluem arames galvanizados para pontes, edifícios e tirantes. São de alto carbono. As propriedades do aço galvanizado para pontes variam, de acordo com o teor de carbono, de 1380 a 1520 MPa para a resistência à tração e 965 a 1030 MPa para limite de escoamento, com um mínimo de 2,0% de alongamento;

 

- arames para concreto protendido, fabricados a partir de aços de alto carbono, produzidos em duas condições: trefilado a frio e trefilado a frio com subseqüente alívio de tensões. O teor de carbono varia de 0,45 a 0,88%. A resistência á tração depende do diâmetro do fio, variando de 1380 MPa para arame de 4,11 mm de diâmetro, a 1200 MPa para arames de 7,92 mm de diâmetro;

 

- fio de música ou corda de piano, considerando o máximo que se pode atingir em propriedades mecânicas na fabricação de fios de aço, pois além da resistência à tração que pode superar 2940 MPa, deve apresentar propriedades acústicas especiais; todos esses requisitos exigem rigorosa escolha do aço, geralmente de alto carbono (0,80 a 0,95%), além de rigorosa precisão dimensional e superior acabamento.

 

- arames para aplicações elétricas – Neste grupo incluem-se fios de alumínio reforçados com aço, produzidos em diâmetros de 1,27 a 4,83 mm com resistência à tração numa faixa de 1140 a 1450 MPa; arames para suporte, recobertos de zinco, de alta resistência, em diâmetros variáveis de 2,77 a 2,76 mm com resistência à tração mínima de 1310 MPa;

 

- arames para linhas telefônicas e telegráficas;

 

- arames para cabos ou tirantes, geralmente no estado galvanizado, com resistência à tração que pode variar de 590 a 1960 MPa ou mesmo mais, conforme a responsabilidade de aplicação; os arames utilizados em cabos para pontes pênseis devem apresentar qualidade superior, obtida mediante a escolha do aço quanto à composição química, como também mediante o seu processamento, como foi mencionado através de um exemplo nesta exposição;

 

- arames para grampos, parafusos, rebites, porcas e produtos semelhantes. Dependendo da sua aplicação, esses arames podem se forjados, extrudados, recalcados a frio, rosqueados, broqueados e endurecidos através de tratamento térmico. A composição química varia desde aço de baixo carbono até aços de médio e alto carbono (0,55 a 0,65%), de acordo com as exigências do produto final;

 

- molas. (Ver capítulo seguinte). 

« Voltar